O DOM DE SER SÃO PAULO F.C.

#Soberanos a nossa escolhida de hoje para o “Torcida Soberana” foi a @ferreiranaty3.Continue participando o próximo a escrever aqui pode ser você.

Não há no mundo ou qualquer lugar da galáxia a sensação mais bonita, mais amada e mais fervorosa do que se sagrar SÃO PAULO DE CORAÇAO!.

Minha historia com o tricolor do morumbi nasceu quando eu era pequena, venho de uma família onde só há santistas e corinthianos, mas desde cedo o certo tricolor do morumbi já me chamava atenção.. na copa de 94 conheci Zetti, Cafu e o glorioso RAI.. na época tinha apenas 4 anos mas a camisa que não saia do meu corpo era a 10 escrito RAI! Eu tinha um ciúmes da camisa como não tinha de mais nada.. brinquedos, boneca, nada… eu amava aquela camisa e o que ela me representava … através desses 3 anjos.. conheci um dos maiores amores da minha vida .. O SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE ..Conforme o tempo passava meu amor aumentava mais e mais e mais, a discussão da família era por que eu tinha que ser são paulina? Se a família do meu pai era intera santista e a da minha mãe intera corinthiana? A resposta veio com o tempo, quando eu realmente bati de frente como todo mundo e disse que amor a gente não escolhe.. simplesmente acontece!

Minha vida toda eu acompanhei o jogos, os que eu não assistia eu sempre queria saber como foi depois, tinha dias que eu perdia almoço pra assistir reportagem, saber como o time andava, sempre! E sempre ouvia a minha mãe dizer que eu era muitas das vezes pior que homem porque nem mesmo o meu pai acompanhava os jogos tanto assim como eu , que quando eu estivesse maior era pra eu ser jornalista esportiva porque a minha vida era falar do meu time e ai de quem falasse mal dele!.

Confesso que não iria dar muito certo, sou doente e ser uma jornalista clubista ia gerar muito quebra pau! (risos..).

Conforme o tempo passava via o meu time se sagrar campeão muitas vezes, via jogadores ir embora e outros chegarem, via alguns sair do anonimato e se tornarem muita vezes o melhor do mundo e via o certo incomodo que os outros times tinham em relação ao São Paulo, sempre a mesma coisa vocês são bambi vocês são viados vocês são isso vocês são aquilo!.

Cá entre nós, eu deixava falar afinal inveja é foda e eu tinha todos os motivos do mundo pra me orgulhar do meu time enquanto eles o maximo que faziam era tentar atrapalhar a festa, mas que felizmente não fazia a menor importância.

Sempre fui a São Paulo, mais nunca tinha passado na frente da minha casa, sempre o meu sonho era ficar nem que se fosse 5 minutos na frente daquele gigante, como eu moro no interior e faço tratamento no HC sempre era corrido e nunca dava tempo.

Certa vez voltei a  São Paulo, pra ser mais exata em abril desse ano pra fazer exames, era um sábado e fazia 2 semanas que meu aniversario tinha passado e não havia ganhado presente, no domingo tinha São Paulo e Santos no Morumbi pela semifinal do paulistão, como estava fazendo uma bateria de exames no sábado meu pai havia me falado que após os exames acabarem iríamos ao Morumbi pra comprar os ingressos.

Só que eu não contava que iria sair do HC as 23:00.

Quando sai do hospital entrei em desespero, havia passado mais de 10 horas em jejum e não era a minha barriga que doía de fome, era o meu coração que apertava de não ter comprado o ingresso naquele dia e de escutar do meu pai que todos os ingressos haviam se esgotado no sábado.

Chorei muito aquela noite, depois de ouvir aquilo meu sábado definitivamente tinha acabado!.

No outro dia logo de manhã meu pai me liga e diz pra eu se arrumar que ele iria no Morumbi comigo, eu só lembro de ter desligado o telefone e ter sentado na cama colocado a mão na cabeça a dizer: “meu Deus demorei 20 anos pra ter esse momento e daqui alguns minutos vou estar de frente pro maior sonho da minha vida”.

Nunca me troquei tão rápido em toda a minha vida como naquele dia, desci e entramos no carro com o mapa e a coragem! Depois de algumas ruas certas outras erradas entramos no bairro do Morumbi, confesso que parecia tudo nostalgia e eu me sentia uma criança prestes a ficar de frente pro seu maior sonho, passamos o hospital São Luiz e depois de algumas ruas tinha uma ladeira, quando meu pai desceu e eu vi aquele gigante, meu pai olhou pra mim e eu desabei de chora falando “pai isso é sonho, eu não acredito nisso!” não sabia se chorava ou se ria a emoção era tanta que eu não agüentei!

Meu pai após sair do carro me abraçou e disse “ feliz aniversario filha! Olha o seu presente que você tanto sonhou na sua frente!” e ria!, fui lá tirei foto olhava, chegava ate me perde de tanto que eu olhava, meu pai chegou em mim e disse “espera que tem mais” me pediu a minha carterinha e eu não entendi nada foi ate a bilheteria e voltou com meu ingresso na mão, eu olhei pra ele espantada e perguntei “mais pai não havia acabado?” ele “enganei você sua bobinha!” e caiu na risada! Entregou na minha mão. Confesso nunca havia tremido tanto e chorado tanto em um dia só! E isso porque eu não estava nem lá dentro do campo ainda! As 14:00 eu voltei pro estádio e aquele monte de gente lá fora afinal era minha primeira vez no meu estádio e era um clássico ainda! Quando entrei no portão senti aquela atmosfera de jogo, arrepiei intera, quando sentei na arquibancada e vi aquele campo igualzinho que eu via na tv, a organizada chegando estendendo bandeirão, as pessoas chegando e lotando o estádio a organizada cantando e todo mundo cantando junto, eu pirei cantava junto, gritava, pulava e quando entrou o São Paulo em campo eu SURTEI! Literalmente onde eu estava eu via o Rogério certinho vi todos os jogadores tudo de pertinho e a torcida gritando o nome de cada um.. muuuito surreal! Como se fosse um sonho mesmo, logo após o hino a independente puxando o breque com o hino do São Paulo e o povo cantando em uma só voz! Te juro sensação melhor não tem, não tem mesmo, qualquer um se emociona!

A bola rolou e infelizmente não foi muito boa a atuação já que estávamos perdendo de 1×0 pro Santos no 1 tempo quando começou o segundo o santos abriu mais 1 de vantagem e após alguns minutos o São Paulo faz um gol a torcida vibra grita, mais nada comparado ao gol de empate, quando o tricolor fez o segundo o Morumbi parecia que ia cair, rojões estourando a torcida gritando, e eu nunca gritei tanto na minha vida como eu gritei aquela hora, cheguei a pular em cima do meu primo que estava do lado! (risos..)

Foi tudo tudo tudo… minha primeira experiência dentro da minha casa e ouvir a torcida gritando e empurrando o time o amor que eu vi lá dentro  a cada uhhh a cada grito de raiva e a cada gol …  faltando alguns minutos pra acabar o jogo fui embora .. andando uns passos até o carro escutei um gol. Teoricamente não era do tricolor já que a gritaria era pouca!. Mais esta valendo presente melhor não teve pra mim nesses 20 anos meu time perdeu mais foi guerreiro ate o final, eu amei conhecer minha casa, experiência melhor nunca tive! São Paulo sou apaixonada demais por você! Você é minha vida e pra sempre será!

Haja o que houver e venha o que vier!

COMO EU TE AMO TRICOLOR!

“o mais invejado jamais igualado!”

Ps* Obrigada a Kell por ter me dado oportunidade de escrever aqui, essa foi a minha experiência e a minha historia de amor com o tricolor!

Anúncios

4 respostas em “O DOM DE SER SÃO PAULO F.C.

  1. Parabéns Na, lindo texto…
    Ir no Morumbi ver o Tricolor jogar não tem emoção maior não….

    Obrigada vc!!!

    BjOos

  2. Que menina mais lindaaaaa…..minha irmãnzinha mais lindaaa desse mundooo

    Amor sem comparação…amor sem limites…

    Parabéns flor pelooooo lindooo post….

    Bjkas
    Amooooo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s