LEGADO TRICOLOR

Quando me pediram pra escrever sobre o São Paulo pensei “tranqüilo, crescemos na família Monteiro falando do São Paulo”. Na mesa do almoço, no churrasco, em volta do bar, e obviamente antes, durante (nem tanto pra não atrapalhar) e após o jogo do tricolor discutimos a situação do time, a colocação na tabela, os jogadores que saem e que chegam,o novo técnico, as alegrias e decepções.

Ocorre que sentar, tomar uma cerveja e falar de futebol é fácil. Escrever sobre o que significa o São Paulo Futebol Clube em nossas vidas é muito maior que isso, e noto agora, nem tão fácil assim.

Olhando pra trás procurando desde o começo desta historia, relembrando os marcos desta trajetória vi que dava pra escrever um livro. Mas não era este o objetivo.

Afinal que sentimento é este que nos une? Que amor é esse por este time? Na família Monteiro nascemos são-paulinos. Mas quando nos damos conta dessa paixão?

Eu nasci são-paulina, mas acho que tem aquele dia que nos damos conta que o amor a camisa tricolor nunca vai mudar, diminuir ou esfriar. Ele vai tomar parte grande de nosso coração e da nossa vida. Eu me lembro do dia em que me dei conta disso. Final do campeonato paulista de 85, São Paulo x Portuguesa, os homens foram todos para o estádio e meu pai não quis me levar, acho que por que eu era menina, e afinal quem quer o trabalho de tomar conta de uma menina de 11 anos em um estádio lotado numa final? Chorei muito e na época não tinha TV a cabo pra comprar o jogo não! Restou-me um radio preto trambolhento de pilha ao qual me agarrei os 90 minutos como um naufrago a uma bóia. O tricolor foi campeão, 2×1, aquela equipe se consagraria em breve uma daquelas escalações que nunca vamos esquecer e eu me tornava definitiva e irrecuperavelmente uma são-paulina fanática.

Hoje o responsável pelo inicio dessa historia tem 90 anos e sofre da doença de Alzheimer. É meu avô. Pensando neste texto perguntei mais uma vez para ele como foi que ele começou a torcer para o São Paulo e ele se lembrou. Ele disse “Primeira vez que vi a camisa do São Paulo eu simpatizei. O filho do administrador da fazenda (década de 40 e ele ainda trabalhava na roça onde começou a ralar desde muito pequeno) era são-paulino e comprou uma camisa e eu olhei e gostei e decidi que ia torcer para o São Paulo”

No meio tempo do jogo meu avô já não se lembra em que estádio esta sendo o jogo, quem é o técnico, qual o placar ou mesmo que o São Paulo esta jogando, mas graças a ele na família Monteiro o São Paulo Futebol Clube é muito mais que um sentimento, uma paixão, uma alegria, uma bandeira, ou o nosso time do coração.

Seu Zé Monteiro nos deixou um legado. Um legado que carregamos com orgulho. Um legado valioso que vamos perpetuar comemorando as conquistas do Maior do Mundo, vivendo as alegrias de ser são-paulino. Obrigada Vô José! Muito obrigada.

@trwicolor – Twitter da Familia Monteiro

Sao Paulo x Portuguesa – Final do Campeonato Paulista 1985

Entrevista com Careca, sobre a final de 1985 (São Paulo x Portuguesa)

Anúncios

5 respostas em “LEGADO TRICOLOR

  1. Confesso que fiquei emocionada que linda história, que linda familia…que seja sempre assiim por mtas e mtas geraçãoes…

    Como eu Te amo TRICOLOR!!!!

    BjOos

    @kellianevilela

  2. Quando convidei a Carla para escrever, imaginei que viria uma grande história… Mas confesso ter ficado emocionado com o Võ José e o momento em que ela se deu conta que torcia para o Tricolor e essa paixão não tinha volta!!!
    Vi que minha paixão não tinha volta naquele São Paulo x Bragantino de 1991, nas finais!!! Ali eu também acompanhei num rádio preto velho que era de minha mãe… Meus Deus! Me emociona de lembrar… =D

    Ótimo texto Carla… parabéns!

    Besos

    Celso Santos

  3. Eu fico imaginando, aqui em casa somos divididos entre São Paulo e Santos, e é tudo muito gostoso de debater sobre o Tricolor, é meu pai, meus tios, irmã… Imagino uma família toda tricolor deve ser algo único mesmo.

    Parabéns pela história e pelo legado!

  4. Ahhhhh q liindaaaa históriaaaa viuu e que familiaaaaaa liindaaaaaaaaa…

    Fikei emocionadaaaa mesmooooo…parabéns pela linda história, pela familiaaaaa tricolor…

    Parabéns Carlaaaa

    E sinto orgulho de dizer…

    Como eu te amoooo tricolor….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s