DNA SOBERANO

Olá tricolores, saudações!

Quando fui convidada a colaborar neste blog, fiquei pensando o que eu poderia escrever, pois as notícias sobre o SPFC estão 24h em tantos canais e portais, que qualquer coisa que eu escreva não será nenhuma novidade, mas sim, a minha opinião, visão dos acontecimentos. Nesta semana, vi a notícia da contratação de dois netos do Pelé, pelo SPFC – Octavio e Gabriel Felinto – através do tão comentado e astuto empresário Wagner Ribeiro, o mesmo que agencia a carreira de Lucas e Neymar. Diante da notícia, e dos fatos apresentados sobre a vida dos garotos, todos os conflitos familiares que os envolvem, como o fato de eles serem filhos de Sandra Regina, a filha que Pelé sempre renegou, me veio as seguintes reflexões:

– Será que os meninos terão no seu DNA a habilidade do seu avô?

– Será que a pressão por serem netos do “Rei” não atrapalhará o desempenho dos garotos, pela pressão psicológica em cima deles, tanto por cobrança deles mesmo para consigo, como da imprensa que tanto comenta o seu parentesco?

– Será que se os garotos forem bons de bola, mas nada tão extraordinário como seu avô em sua época, eles não serão preteridos, ou exigidos de maneira elevada, somente pelo seu avô ser o que foi?

– O fato de o empresário ter levado os garotos para o SPFC e não para o Santos, clube do seu avô, denota um certo tipo de conflito de interesses velados, ou é algo estritamente profissional, comercial?

Fonte: Dragões da Real

O fato é, que, certo ou não, são dois garotos que sempre serão vistos com um olhar diferente, isso é inegável. Resta saber se em campo, irão corresponder aos anseios do clube, em ter atletas de alto nível, independente do seu parentesco. Creio que o melhor para ambos, clube e jogadores, seria não haver essa comparação, mas sabemos que é praticamente inevitável, ainda mais por serem netos de uma filha renegada do Rei, onde os holofotes estarão permanentemente direcionados, seja pelo futebol apresentado por eles, ou pela pauta sempre polêmica que questões familiares de pessoas famosas geram. Só nos resta aguardar e ver como será o futuro desses meninos, que eu torço, ser um grande futuro profissional.

E vocês, o que acham destas questões que envolvem a contratação dos garotos?

Até a próxima pessoal!

Lidiane Pereira, Designer Gráfico e são-paulina de corpo e alma. Colunista convidada Os Soberanos.

Sigam-me @lidi__

Anúncios

5 respostas em “DNA SOBERANO

  1. Ótimo texto!
    Encaro isso como profissional viu….comercial não sei não….hoje acredito que não, mais tarde talvez.
    O que espero é que realmente esses moleques tenham o DNA do avô (mesmo não gostando dele..rs) e que rendam muito futebol para o nosso time.

    Beijos!

  2. Belissimo Post
    O que pode influenciar mto na carreira dos meninos é a midia, pois os garotos são bons de bola e ingressaram num clube com ótima estrutura e que valoriza as categorias de base.
    Vamos esperar pra ver no que acontecerá
    Parabens
    Paulo Henrique

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s