GRAFITE

O atacante Edinaldo Batista Libânio, mais conhecido como Grafite deu inicio a sua carreira no Sport Club Paulista, o time disputava a ultima divisão do Campeonato Paulista, depois passou pelo Matonense de São Paulo, passou  pelo Ferroviaria, mas foi na equipe do Santa Cruz que ele começou a ganhar fama, tantos pelo gols feitos como pelos perdidos.

Passou em 2002 pelo Grêmio onde foi titular mas sua passagem durou pouco tempo sendo contratado pelo Anyang Cheetahs equipe da Coreia do Sul.

Meses depois voltou ao Brasil para atuar pela equipe do Goias em 2003, onde teve muito destaque pelas boas atuações e marcando muitos gols pelo Campeonato Brasileiro daquele ano.

Ainda em 2003 foi contratado pelo Maior do Mundo, onde foi titular e jogou no ataque ao lado de Luis Fabiano.Apos a saída de Fabuloso, Grafite se tornou o artilheiro do Tricolor na temporada com 26 gols.

Crédito:  Ari Ferreira

Crédito: Ari Ferreira

Grafite fez os dois gols da vitória sobre o Juventus. A torcida ficou revoltada pois o resultado salvou o time da marginal sem numero  do rebaixamento à série A-2 do Campeonato Paulista de 2004.

“Não me arrependo de ter feito os gols contra o Juventus. Sou profissional e o São Paulo me pagava para jogar e fazer gols. Foi o que fiz.. A pressão sempre existiu na minha passagem pelo São Paulo. Time grande é assim mesmo”, disse o atacante. (entrevista dada a Folha.com em 19/11/2010)

As suas belas atuações no Tricolor do Morumbi  chamou atenção do técnico  Carlos Alberto Parreira o qual convocou o atacante para a Seleção Brasileira para um amistoso contra o Guatemala (jogo esse que marcou a despedida de Romário ) e ele marcou um gol nesse jogo.

Em Abril de 2005 seu nome foi muito falado na imprensa do mundo todo, durante uma partida pela Libertadores, contra o Quilmes equipe da Argentina , depois de uma dividida discutiu com o zagueiro Leandro Desábato , que teria ofendido com expressões racistas.Grafite foi expulso com outro jogador do Quilmes. Como algumas das ofensas foram captadas pela televisão, ainda no vestiário o atacante foi procurado para saber se gostaria de prestar queixa contra o argentino. No fim da partida o zagueiro foi preso, e ficou detido por dois antes de retornar a Argentina, e assumiu o compromisso de voltar ao Brasil para responder o processo por injuria com agravante de racismo.

Teve uma lesão e voltou a jogar somente no fim do ano, mas ainda a tempo de ajudar o São Paulo a se consagrar campeão do Mundial de Clubes da Fifa jogando o segundo tempo da semifinal e da final.

Em 2006 já recuperado fez mais algumas partidas pelo Tricolor.

No dia 27/01/2006 um acordo judicial encerrou briga entre Grafite e  São Paulo. O atacante desistiu da ação trabalhista e o São Paulo concordou com a liberação do jogador, sendo assim seu contrato foi encerrado com o clube, e foi contratado pelo Le Mans equipe da França.

Depois foi para o Wolfsburg , da Alemanha onde foi teve um grande destaque logo na sua primeira temporada pelo clube e ajudou a conquistar uma vaga inédita na Copa UEFA em 2009, clube que ainda joga até os dias de hoje.

E para você torcedor Tricolor Grafite foi mais herói ou mais vilão?

Abraços,

@kellianevilela

Fonte de pesquisa: Wikipedia

Anúncios

15 respostas em “GRAFITE

  1. Um jogador que foi injustiçado por fazer o certo.Aquele gol contra o Juventus foi a prova do caráter do Grafite, mostrou o seu profissionalismo e não cedeu as pressões.Passou por poucas e boas, sofreu com racismo, e mesmo assim continuou de cabeça erguida e venceu na carreira.
    Grande Grafite!!!

  2. Grafiite Jooga Muuito ,
    Fez História No Clube .
    Espero Vê-lo De novo no Tricolor Mais amado Do MUNDO !!

  3. Grafite ajudou o tricolor..mas HOJE não gostaria de ve-lo novamente no clube não.
    Otimo texto Kellia.
    Beijosss!!!

  4. Boooooooooooa!
    Vilão e herói!
    Fez sua história mas depois se queimou.
    E concordo com a Cibele que comentou “Hoje não gostaria de ve-lo novamente no clube”
    Não tem espaço! 🙂

    Beijão!!!

  5. É ele começou muito bem, mais terminou mal com o MAIOR DO MUNDO, mais é um jogador q joga muito e tem com alguns torcrdores do tricolor uma identificação com a torcida e eu gostaria de vê-lo de novo com o manto sagrado tricolor #SPFC COMO EU TE AMO TRICOLOR! Oimo texto Kelli

  6. Toda história tem sempre dois lados e uma só verdade! Tem o jogador, empresário, dirigentes… tornam-se mais lados e verdades parciais ainda!
    Pro torcedor, no final das contas, fica a imagem do goleador e sendo assim, foi um belo jogador que vestiu o nosso manto! Seu tempo no clube já foi, mas ele fez a sua história! Abraço a todos!

  7. Não acho que ele tenha sido vilão. O Grafite teve uma bela passagem pelo SPFC, ajudou o time no inesquecível ano de 2005, só não foi mais marcante porque se contundiu antes da semi.
    Torcedor é muito passional, entendo a torcida queira a desgraça do Corinthians, mas daí condenar o cara porque ele fez gol é demais. Quanto à sua saída, antes de tudo o jogador é um profissional e se existiu alguma pendência ele tinha todo direito de cobrar do clube, isso não quer dizer que ele não tenha honrado a camisa. Quem ainda acompanha o Grafite sabe que ele tem um carinho pelo SPFC até hoje.

    Beijão, Kell.

  8. Eternamente ídolo nunca vilão jogador com caráter espírido que a torcida gosta garra e sempre homem pra jogar no são paulo..como negro que sou sofreu com racismo que num mundo que se diz desenvolvido tem muito disso ainda, mas isso é da vida..no futebol foi importantíssimo na conquista de 2005 se machucou mas eu como torcedor fanático eu aprovei muito o grafite o cara era fóda pra mim fez história esta na história do são paulo e ´so tenho a agradecer a esse grande jogador.

  9. Muita gente o criticou pela sua convocação pra seleção na época do Dunga, pois, na minha opinião ele fazia mais que o Robinho (que só tá jogando por dinheiro e não por prazer de uns tempos pra cá)

    Belo texto Kelliane, Parabéns! 🙂

  10. Fique bravo com aqueles gols contra o juventos mas depois concordo que ele tava certo…e tbm o time da marginal sem numero precisava perder mas ganhou então msm que o maior do mundo ganha-se não adiantaria de nada… sempre tricolor.

  11. Grafite ídolo, sempre no tricolor,foi um dos principais jogadores que fez a história do TRICOLOR em 2005. Obg pelas inumeras alegrias ao Clube Grafite.
    Parabéns pelo texto Lindo como sempre *-*

  12. Grafite apesar de termos jogado no amador em campo limpo pta,vc foi o cara em se destacar, e foi embora.você se lembra do Ricardinho cebola,Adriano Michael Jacson,Marcelo,Cal,Denis.
    Os times Aguia Negra,Beira Rio,Emboscada,Clube dos gordos,times inesqueciveis né sem dizer que tinha aquela mulecada do time muleque travesso.

    que saudades.

    Juarez Brotas.Campo Limpo Pta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s