ÍDOLOS TRICOLORES

Saudações, Soberanos!

Essa semana vou aproveitar a coluna para relembrar de alguns dos grandes jogadores e treinadores que passaram pelo nosso tricolor durante todos esses anos de história. É injusto mencionar somente alguns, mas como não dá para falar de todos, tive que fazer uma pequena seleção. Não só grandes jogadores, mas grandes pessoas, que nos deram muita alegria e escreveram seus nomes na história tricolor.

Armelino Donizetti Quagliatto (Zetti)

Quem não o idolatra? Zetti foi nosso goleiro de 1990 até 1996. Não o vi jogar, mas a admiração que todos têm por ele, me fez idolatrá-lo também. Veio do Palmeiras como um goleiro comum, mas se consagrou com a camisa tricolor.

Waldir Perez Arruda (Waldir Perez)

Foi o goleiro da Seleção de 1982, na Copa, ano em que a Seleção foi considerada a melhor do mundo. Bom defensor de pênaltis jogou pelo SPFC de 1973 até 1984.

Leonardo Nascimento do Araújo (Leonardo)

Jogava como lateral-esquerdo ou meio-esquerda. Suas atuações renderam comparações com Zico. Foi campeão do Mundial em 1993, e no ano seguinte, campeão com a Seleção. Já treinou o Milan, e atualmente treina a Internazionale de Milão. Jogou pelo SPFC de 1990 até 2001.

Cícero João de Cezare (Cicinho)

Um dos meus favoritos. Grande lateral-direito. Fez parte do time campeão da Libertadores e do Mundial em 2005. Chutava muito bem de fora da área. Jogou pelo Tricolor de 2004 e 2005, e teve uma nova passagem pelo clube em 2010.

Marcos Evangelista de Moraes (Cafu)

 Um dos recordistas de jogos pela Seleção Brasileira, capitão da Seleção campeã em 2002, foi o lateral-direito que mais fez gols no São Paulo. Estreou em 1989 e seu último jogo foi em 1994.

Pablo Justo Forlan Lamarque (Forlan)

 

Mais um grande lateral-direito, após ganhar tudo pelo Peñarol nos anos 60, Forlán veio ao São Paulo em 1970. O uruguaio se consagrou na historia são paulina. Já manifestou seu desejo de que o filho, Diego Forlán, jogador do Atlético de Madrid, vestisse a camisa tricolor. Jogou de 1970 até 1975.

Diego Alfredo Lugano Moreno (Lugano)

Quando veio ao São Paulo, o uruguaio Lugano veio completamente desconhecido, e sua chegada foi cheia de desconfiança. Aos poucos, conquistou a torcida são paulina. Conquistou o Campeonato Paulista, a Libertadores, o Mundial de 2005 e o Brasileiro de 2006 como jogador tricolor. Foi eleito o melhor zagueiro do Brasileiro de 2005. Atualmente, joga pelo Fenerbahçe. O que mais me recordo era as caras que ele faziaem campo. Umjogador com muita garra, Lugano é um ídolo incontestável.

Anderson Hernanes de Carvalho Viana Lima (Hernanes)

Natural de Recife, Hernanes foi formado nas categorias de base do tricolor. Jogou em várias posições, de lateral a atacante. Muricy o encaixou como volante quando Hernanes subiu ao time principal. Daí em diante, Hernanes brilhou. Foi fundamental para as conquistas de 2007 e 2008. No ano passado, Hernanes deixou o tricolor e foi para a Lazio (Itália). Já é indispensável no time, e artilheiro do Cálcio (Campeonato Italiano). Jogou no SPFC de 2004 até 2010.

Carlos Luciano da Silva (Mineiro)

Autor do gol contra o Liverpool na final do Mundial de 2005 se consagrou no São Paulo. Brilhante marcador, raramente aparentava cansaço, e ainda arriscava ir para o ataque. Jogou de2004 a2005 no Tricolor.

Ricardo Izecson dos Santos Leite (Kaká)

 

Jóia do São Paulo em 2001 despontou para o mundo vindo do tricolor. Fez parte da Seleção campeã em 2002 e foi eleito pela FIFA o melhor jogador em 2007. Teve uma passagem brilhante pelo Milan, e atualmente joga pelo Real Madrid, não sendo muito aproveitado por José Mourinho. No São Paulo, logo caiu nas graças da torcida, marcando dois gols na final do Torneio Rio- São Paulo de 2001.

Raí Vieira de Oliveira (Raí)

Saiu do Botafogo de Ribeirão em 87, e veio brilhar no tricolor do Morumbi. Tornou-se capitão, e causa arrepios até hoje na torcida catalã ( e provavelmente em Zubizarreta) quando todos se lembram da final do Mundial de 1992. Jogou pelo SPFC de 1987 até 2000, se tornando um ícone tricolor. 

Luis Antônio Correia da Costa (Müller)

Muller era um ponta-direita. Fez a jogada sensacional que deu o passe para o gol de Raí no Mundial em 1992. Fez também o gol da vitória contra o Milan em 1993. Disputou também 3 Copas do Mundo, deixando seu nome marcado não só na história tricolor.

 Telê Santana

 

Palavras são poucas para descrever a genialidade do Mestre Telê. Com duas passagens pelo São Paulo, Telê ganhou ao todo 10 títulos com o SPFC. Tornou-se o treinador mais vitorioso do clube. Para a tristeza do mundo, Telê faleceu em 2006, mas sempre será lembrado por todos.

Muricy Ramalho

Brilhou como jogador e como técnico. Famoso por suas hilárias declarações, Muricy é uma “cria” do Mestre Telê. Foi auxiliar dele durante os anos 90, e em 1996, com a saída do Mestre, assumiu de vez o clube. Ficou até 1997, retornando depois em 2006 para sagrar o tricolor Tri-Campeão Brasileiro em 2006, 2007 e 2008. Saiu do Tricolor no dia 19 de junho de 2009, passou pelo Fluminense e ganhou o Brasileiro de 2010. Atualmente comanda o Santos.

Por Isa Ferreira

@_isaa_ferreira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s