UM SANSÃO EM MINHA VIDA

 

Saudações soberanas!

Fonte: Ricardo Matsukawa/Terra

Pra quem estava acostumado a me acompanhar no Fanáticas e estava sentindo a minha falta, a convite do Celso Santos estou de volta com meus textos, agora aqui nos Soberanos. E é com prazer que escrevo minha primeira coluna, espero estar à altura dos leitores.

Neste sábado teremos pela semifinal do Paulista o clássico São Paulo x Santos, para muitos o de menos tradição para o Tricolor, mas não aqui em casa e já vou explicar o porque.

A semana que antecede um clássico é sempre badalada, os programas esportivos e sites dão a maior exclusividade possível ao jogo. Grandes lances são mostrados. Treinos secretos. Jogadores se concentram dias antes da partida. A torcida se agita, pensa na melhor escalação, analisa o outro time, debate com o amigo no boteco quem é melhor. Assim é um clássico no país do futebol!

A são paulina fanática que vos escreve nada mais é que filha de uma santista, que por sua vez tem os pais santistas. Agora pensem como é assistir um sansão sem poder falar nada. Pensaram?

 Aqui em casa segue tudo assim desde que o clássico não seja um SanSão. O clima pesa de acordo com que vai se aproximando o “grande dia”, o que seria um simples jogo se torna uma guerra de nervos. A noite anterior é sempre mal dormida, o grito sempre entalado na garganta. Mas uma palavra, e a briga está armada, um simples: “O São Paulo é Soberano” já é o suficiente dar discussão e como agir se é com a mãe?

A hora do jogo o silêncio prevalece, mas no meu semblante é marcado de acordo com o andamento do jogo. A raiva, a angustia é toda descontada no sofá que tem de suportar todos os socos abafados por uma almofada. O grito de gol, aquele que eu disse que fica preso na garganta, acreditem ele não sai, no máximo um sorriso para o meu pai também são paulino, que nem isso pode fazer pra não correr o risco de dormir na sala. É tensão do início ao fim com vitória e show tricolor ou não.

Venceu? Perdeu? Segue-se cada um com suas ocupações e não se fala mais nisso, porque se falar: “Rogério Ceni” ou “Neymar” já começa a discussão e aí vai mais uma semana de cara feia e tensão em casa.

Novo dia volta-se a sermos uma família unida e feliz.

Pensaram em torcer assim? É minha emoção de hoje, no fim espero que eu possa do meu quarto trancado sorrir aliviada até que venha o próximo SanSão!

Um abraço tricolor orgulhosamente goiano,

Adri Ribeiro.

@dri_rb

Anúncios

6 respostas em “UM SANSÃO EM MINHA VIDA

  1. Ela é o meu orgulho!
    É incrível a forma com a qual você escreve quando o assunto é SPFC. Fica evidente a tua paixão pelo clube , na riqueza de detalhes que vc trás. Enfim, parabéns pela volta!
    Parabéns pelo texto!

  2. Driii
    Sua linda, texto ficou perfeitooo…
    Eu já vivi isso na casa de mamãe, meu irmão mais velho, aquele tipo pai, é peixinho…
    Mas, graças a DEUS o resto da Família toda é SÃO PAULINAAA..
    Enfim, somos a maioria… Mas nada de tirar sarro, é proibidoo..

    Bjuuu

  3. Eu imagino… a @dri_rb , no meio de centenas de são paulinos(as) , no dia do titulo do SPFC!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s