Um Futebol Imprevisível

No país do futebol ouvimos com certa repetitividade termos como “o futebol tem dessas coisas” ou “é uma caixinha de surpresas”. Sem dúvida o futebol é o esporte que mais surpreende pela imprevisibilidade. Talvez pelo fato de muitas variáveis influenciarem diretamente o resultado durante uma partida. O placar depende hoje dos 22 em campo, do trio de arbitragem, dos técnicos e comissão, da torcida, e por que não das forças maiores, que comandam o futebol nacional. Graças a tudo isso temos esse esporte apaixonante, que conquista mais adeptos a cada hora. Choramos, gritamos, tapamos a vista, passamos horas na fila, pegamos ônibus, metrô, tudo para viver de perto essa emoção, sem sequer termos certeza da vitória!

 

Nós, torcedores são-paulinos, estamos vivendo nesse momento a magia do futebol, capaz de, em menos de um mês, transformar um time desclassificado de uma Copa do Brasil de forma apática, em um forte candidato ao título nacional. Quem diria, essa é a beleza de toda a coisa! Antes de talento e preparo físico, futebol é conjunto e confiança. Onze atletas em busca do mesmo objetivo de forma organizada, acreditando que realmente podem vencer. Isso meus amigos, é meio caminho andado, ou mais.

 

Passado é passado, e o que vivemos hoje é a verdadeira chance de sermos favoritos ao título, calando torcidas rivais e todas as forças que remam sempre contra a nossa maré, contribuindo tanto para dificultar nossas vidas. Todos contra o São Paulo, não é assim? Assim sendo, somos nós contra todos, deixando a vitória ainda mais saborosa!

 

A confiança do time está em alta, mas temos um elenco jovem, e por conseguinte imaturo. É preciso atenção, trabalho psicológico, apoio da torcida para não deixar a peteca cair! Se o futebol fosse lógica a vitória de hoje, contra o Corinthians, estaria garantida. Mas esse esporte não é feito de lógica, é feito de suor do trabalho, como diz o grande Muricy Ramalho. Trabalho!

 

Vencer hoje é determinante para encerrar uma arrancada excepcional, totalizando seis vitórias, sendo a última sobre nosso grande rival. Nem quero falar sobre um gol do incrível Rogério Ceni, seria como ganhar na mega-sena. O adversário está, sem dúvida, temeroso. Dá pra sentir isso, não há confiança absoluta na vitória do Corinthians, e esse medo foi causado por esse time de jovens que, apesar do início de temporada desastroso, após cinco vitórias meteu medo em muita gente. O que não faz uma dose de confiança?

 

Dá pra vencer esse jogo, dá pra vencer o Brasileiro, dá pra vencer a Sul Americana, desde que com trabalho duro, confiança, pés no chão e apoio da torcida. Faremos a nossa parte, tenho certeza, e esperamos muito que a molecada dê conta do recado e mostre seu verdadeiro potencial. Mesmo após essa sequência, sinto que o time pode dar mais em organização, jogada ensaiada e capricho nos fundamentos básicos.

 

Vamos que vamos!

 

Fred Valoz

@fred_valoz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s