Ei futebol, cadê você?

Amanhã vai ser outro dia.

Amanhã vai ser outro dia.

Amanhã vai ser outro dia.

Hoje você é quem manda falou, tá falado não tem discussão. Não.

Eu nunca tinha gritado gol para o Paraguai e gritei duas vezes.

Eu nunca tinha gritado gol para o Equador e gritei.

Não torci mesmo para a seleção do tal Ricardo Teixeira. Torci contra.

É inadmissível uma pessoa dar entrevista onde diz que faz o que quiser e que ninguém o pega. Menosprezar tudo e todos como se fosse inatingível.

Menosprezar a paixão que o torcedor brasileiro tem pelo futebol e tinha até pouco tempo atrás pela sua seleção.

Eu sinto saudade das ruas vazias em dias de jogos, dos fogos em comemoração, dos gritos de gol e dos gols.

Você senhor Ricardo Teixeira inventou de inventar toda esta escuridão no futebol brasileiro e definitivamente, sinceramente não sei se vai merecer o perdão.

O que tenho a dizer é que apesar de você amanhã há de ser outro dia.

E eu espero que o quanto antes o nosso futebol volte a ser poesia nos gramados, volte a ser a referência de arte no futebol.

Quero sentir o grito contido dos gols que virão de uma nova seleção.

Para isso no meu ponto de vista só existe um jeito. Tirar do poder essa corja de pessoas que comandam o futebol. Tirar do poder essa corja de pessoas que só ganham fortunas as custas do futebol. Tirar do poder essa corja que não ama e não respeita o futebol

Tirar do poder o senhor, senhor Ricardo Teixeira.

Por isso que eu digo:Apesar de você amanhã há de ser outro dia.

E eu não vejo a hora que este dia chegue e que queira junto com amigos ver o jogo da seleção e que neste dia não tenha trânsito nas ruas e que neste caminho eu veja as ruas pintadas de verde e amarelo, com bandeiras da seleção nas janelas das casas.

Quando este dia chegar senhor Ricardo Teixeira, o senhor e a tal corja, você(s) vai(vão) amargar vendo o dia raiar e esse dia há de vir,há de vir, porque eu vou morrer de rir.

Pensei em citar vários trechos da entrevista do senhor Ricardo Teixeira a revista Piauí, quem quiser e tiver estômago leia toda a entrevista aqui.

Quis esbanjar poesia, mas não também consegui.

Então termino o texto com:

Apesar de você

Amanhã há de ser outro dia

Você vai se dar mal, etc e tal.

La, laiá, la laiá, la laiá.

 

 

Em itálico são versos da música “Apesar de você” de Chico Buarque que segue um vídeo no final deste texto.

Abraço a vocês que amam o futebol.

Anúncios

2 respostas em “Ei futebol, cadê você?

  1. Bah, gostei muito e concordo com tudo, vai de encontro ao meu post de segunda, a indignação é geral, e infelizmente chegou ao ponto de se torcer contra a seleção nacional…triste.
    Sinto saudades de quando a mobilização geral em torno da seleção era linda de se ver, todos por um ideal. Me preocupo é com essa geração atual de crianças que estão começando a acompanhar futebol, elas não terão o prazer que eu tive na minha geração, infelizmente.

    Espero que seja em breve, muito em breve, que essa corja toda seja escurraçada de lá, e pra nunca mais voltar.

    Eu espero, eu desejo, eu tenho esperanças!

    Parabéns pelo post poético! =P
    Bjoo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s