O que é o futebol?

Por Wander Roberto

Todo torcedor vai ao estádio para ver o maravilhoso esporte chamado futebol, que é uma briga constante pela bola, em busca de um único objetivo, o gol. Ontem presenciamos um São Paulo diferente do que nos era apresentado nos jogos anteriores da temporada. Sem dúvida, aquele time apagado e sem brilho nos mostrou que quando quer, demonstra uma imensa vontade de brigar pela bola. A briga pela bola a todo momento trás ao torcedor metade do que ele quer ver.

A briga mostra vontade, raça, dedicação de uma equipe, mesmo quando não possui nos pés o objeto principal do esporte, a bola. Ontem o time estava irreconhecível, especialmente no primeiro tempo. Os jogadores corriam como loucos em busca da bola, incansáveis, davam carrinhos sem perder a prudência, e recuperavam a rapidamente. Esse é um ponto altamente positivo, que deve continuar sendo trabalhado, todos os dias.

A outra metade, o objetivo, é o gol. Nesse ponto ainda pecamos, mostrando que não basta ter a bola nos pés e arrematar dezenas de vezes, quando a bola não entra o objetivo não é alcançado, não importa quantos minutos passemos com a bola nos pés. O futebol é tido como um esporte ingrato por isso, um time pode brigar, se matar pelo objeto principal, e ainda assim perder a partida. Mas o futebol não é ingrato, ele apenas quer ser jogado completamente.

Faltou ao time eficácia, que pela definição da palavra é a capacidade de alcançar os resultados planejados, o objetivo, a meta. Para ser eficaz, é preciso ser objetivo. Por mais que tenhamos tido a posse da bola, dominado a partida, chutado mais vezes a gol, perdemos muito tempo em jogadas laterais e desordenadas, e durante esse tempo perdemos a concentração, resultando em dois gols sofridos, que nos custaram os três pontos. Na primeira semana de treinos da “Era Adilson Batista” me surpreendi, especialmente por dois treinamentos específicos. Houve um coletivo em que os jogadores só podiam tocar na bola duas vezes, objetivando alcançar maior qualidade no passe. Ponto para o novo professor, mas não basta fazer isso essa semana, deve-se treinar passes à exaustão, e para todo o sempre. Com uma semana vi resultado dessa prática, especialmente no primeiro tempo houveram trocas de passes rápidos. Contudo, por ser uma prática inconstante, os passes rápidos deram lugar aos erros de passes, que devem ser sanados com a continuidade desse exercício.

O segundo treinamento foram os arremates ao gol. Se o objetivo a ser alcançado é balançar as redes, imagino que esse deva ser um exercício fundamental em qualquer time de futebol. Entretanto, ao que me parecia, não treinávamos arremates faz um bom tempo. Que continuem assim, a prática leva à perfeição, sábias palavras.

O futebol perfeito é simples, basta combinar a posse da bola à busca do objetivo, o gol. Ao que me parece, mostramos ser capazes de dominar a bola e ditar o ritmo do jogo, o que é fantástico, mas insuficiente. É preciso eficácia, é preciso gol. Alcançado esses dois pontos, veremos um time que nos dará muito gosto, tenho certeza.

Vamos que vamos São Paulo!

Fred Valoz

Twitter – @fred_valoz

Facebook – Fred Valoz

Anúncios

2 respostas em “O que é o futebol?

  1. Excelente texto, Fred!

    Vontade e objetividade/eficiência… essas características são fundamentais num time de futebol. Ontem o São Paulo até mostrou vontade, mas faltou competência. Competência de matar o jogo fazendo mais gols e competência para segurar o resultado com o placar na frente. Agora é acertar isso no próximo jogo!

    Beijão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s