Bons tempos!

Por saopaulofc,net

Saudações Soberanos!

Vamos falar de Cruzeiro X São Paulo. Ainda? De novo?  Sim, ainda quero falar deste confronto, mas não quero lembrar da partida da semana passada, sobre esta partida você podem conferir minha opinião no texto Sem erro! publicado aqui no Soberanos. Hoje quero voltar ao ano de 1993, não quero falar das mazelas do atual momento que o time vem passando nesta temporada e tampouco falar dos cinco jogos sem vencer de um time que pretende ser campeão.

O jogo estava marcado para o dia 29 de setembro no Mineirão e valia o título da Recopa Sul americana de 93. Neste ano a primeira partida válida por esta disputa também valeu pelo Campeonato Brasileiro e terminou 0 x 0 no Morumbi, tudo isso por uma questão de calendário (Problema de calendário que no Brasil parece existir desde quando o futebol chegou por aqui).

Com esta circunstância quem vencesse a partida no Mineirão se sagraria campeão.

O Cruzeiro nesta época contava com jogadores importantes como o goleiro Sérgio, os laterais Paulo Roberto e Nonato, o zagueiro Célio Lúcio. Tinha também um meio campo experiente com Boiadeiro e um ataque que contava com Macedo que havia sido campeão mundial um ano antes com o São Paulo e uma revelação da época chamado Ronaldo, que viria ser o Fenômeno que todos nós conhecemos, já o São Paulo deste período comando por Telê Santana era temido e respeitado em qualquer lugar que fosse.

Com todos estes ingredientes o jogo não tinha como não ser equilibrado e muito bem disputado e assim foi. A partida terminou novamente empatada por 0 x 0 e este resultado   levou a decisão do título  para os pênaltis.

A primeira cobrança foi do Cruzeiro e Paulo Roberto capitão da equipe mineira isolou a bola. Coube a Dinho a primeira cobrança para o SPFC e ele não desperdiçou e colocou o Tricolor em vantagem.

A segunda cobrança do Cruzeiro foi de Ronaldo e Zetti fez uma grande defesa. Logo depois Cafu bateu e deixou o São Paulo mais perto do título. Logo depois o Cruzeiro acertou suas duas cobranças como Válber o nosso coringa também acertou a sua.

A cobrança que valeria o título foi feita por Ronaldão e o capitão do time na época não perdeu e ergueu mais uma taça para o Maior do Mundo.

Bons tempos, melhor, ótimos tempos que só cabe a nós lembrar e ter saudade! Foi sem dúvida uma das melhores épocas que o São Paulo já teve.

Nesta final teve também outra coisa boa, ver o Zetti pegar o pênalti cobrado pelo Fenômeno mesmo no inicio de carreira não tem preço.

Boa semana soberanos

29.09.1993 Belo Horizonte (MG) Estádio Governador Magalhães Pinto

CRUZEIRO Esporte Clube 0 X 0 SÃO PAULO Futebol Clube

Nos pênaltis, 4 x 2 para o São Paulo.

SPFC: Zetti; Cafu, Válber, Ronaldão (capitão) e André Luiz; Gilmar, Dinho, Toninho Cerezo e Juninho; Palhinha (Catê) e Valdeir (Jamelli). Técnico: Telê Santana.

CEC: Sérgio; Paulo Roberto (capitão), Robson, Luizinho,Célio Lúcio e Nonato; Ademir, Rogério Lage, Boiadeiro e Luís Fernando; Macedo (Careca) e Ronaldo. Técnico: Carlos Alberto Silva.

Árbitro: Jorge Luis Nieves Parra (Uruguai)

Assistente 1: Saul Feldman

Assistente 2: Eduardo Rodrigues

Renda: CR$ 7.616.400,00

Público: 20.018 pagantes

Pênaltis:

Paulo Roberto – perdeu Dinho – gol

Ronaldo – perdeu Cafu – gol

Luís Fernando – gol Válber – gol

Ademir – gol Ronaldão – gol

Anúncios

Uma resposta em “Bons tempos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s