O Caminho de um TRI MUNDIAL!

SPFC TriMundial: Amoroso, Fabão, Rogério Ceni, Lugano, Danilo, Edcarlos, Aloísio, Júnior, Josué, Cicinho e Mineiro

Nem nos mais dourados dos sonhos nós tricolores imaginaríamos um ano de 2005 tão fantástico, e incrível como o que tivemos. E este terminou com um maravilhoso Mundial. Todos imaginavam que o gol do titulo sairia do cruzamento de Cicinho, de uma enfiada de Júnior, ou que sabe de um passe açucarado de Danilo. Um gol do artilheiro do time, nada mais natural que isso. Só que o mundo do futebol prega peças, subverte lógicas.

 O gol que quebrou as pernas do Liverpool, o gol do TRI que acabou com a invencibilidade de 11 jogos sem ser vazado, do time inglês aconteceu assim: Em uma bola na intermediaria no pé de Aloísio Chulapa, o centroavante “toscão” contratado do Atlético- PR, pois ele domina, levanta a cabeça, enquadra o corpo para fazer a jogada óbvia: lançar em diagonal para Amoroso, que aparecia feito um foguete. Não, Aloísio fez diferente. De três dedos, com a categoria dos grandes mestres, o lançamento saiu para Mineiro perfeito, sem peso. E Mineiro,o volante que só faz gol em videogame, recebeu a bola, esperou o ótimo Reina escolher o canto e marcou. Um gol inacreditável, que abriu o caminho para conquista do Tri.

O Liverpool era um dos favoritos ao título Mundial, não apenas nas casas de apostas. Em grande fase, o Liverpool mostrava muita variação de jogos no Campeonato Inglês, se classificou na primeira fase da liga dos Campeões na frente do poderosíssimo Chelsea. Em contrapartida, um São Paulo sem ritmo, bem diferente daquele campeão da Libertadores no meio do ano.

Por tudo isso era preciso sonhar, e foi o que nós são-paulinos fizemos. Só que nem tudo foi tão inesperado na manhã do título. Se o gol de Mineiro, com o lançamento do artilheiro Aloísio, foi uma surpresa, o título também é resultado de uma obviedade. Rogério o título também é resultado de uma obviedade. Rogério Ceni jogou demais. No primeiro tempo, salvou uma cabeçada do espanhol Luis Garcia. No segundo tempo, buscou no ângulo uma bola cobrada por Gerrard. Em um jogo que o Liverpool goleou nos escanteios (14×0), Ceni foi o dono da grande área. Pegou o possível é o impossível, liderou a equipe quando o desespero pareceu tomar conta na pressão inglesa do segundo tempo. M1to, que vinha salvando o time mais pelos gols, agora foi fundamental apenas na função primordial de todo goleiro. Evitou gols em um jogo de detalhes, de marcação cerrada. Nem sempre essas premiações de jogadores do campeonato são justas. Mas em 2005 foi justíssimo, Rogério Ceni ganhou a Bola de Ouro e ainda levou de quebra a chave gigante do Toyota como melhor da final. Justo de mais, até porque ele era o único tricampeão Mundial do grupo (em 1992/93 ele era banco).

A maior defesa do mundo!

Rogério Ceni teve boa companhia. A final do Mundial não foi de Amoroso, mas de Lugano, Edcarlos, Fabão. Pois sabe o que é tomar pressão 90 minutos e não levar gol? Foi o que aconteceu com o tricolor e ai responsabilidade é dos zagueiros. Claro que Josué foi um leão e roubou as bolas que precisava  ser roubadas. Danilo prendeu a bola. segurou um resultado que era favorável, júnior conseguiu ser lateral e ala ao mesmo tempo. Cicinho não fez dos melhores jogos de sua vida mais pelos menos mordeu.

O São Paulo não fez uma partida memorável no ponto de vista técnico. E Daí? Quanto vale um título mundial? O São Paulo já conhecia essa história duas vezes e quebrou e quebrou uma maldição. Ao vencer o Liverpool, o tricolor interrompeu a serei de fracassos dos clubes brasileiros em finais do Mundial Interclubes na década de 90.

Nosso São Paulo mereceu é muito esse título, pois nunca um time brasileiro se preparou tanto para essa competição ou melhor dois jogos. O São Paulo esqueceu do mundo por dois meses para pensar exclusivamente no Mundial. Descansou jogadores (deu férias para alguns), largou o Brasileirão dissecou o Liverpool, chegou com antecedência ao Japão,treinou no avião,se desdobrou para contratar um reforço(Aloísio)…

Divulgação

Mas nem tudo foi perfeito, ao chegar do outro lado do mundo, o tricolor descobriu que nem tudo era to simples isso ficou claro após a estreia contra o Al-Itthad, quando nosso tricolor penou ara fazer 3×2 expôs todo esse quadro. Isso é claro com os jogadores fazendo greve de silencio com a imprensa dentre outros motivos extracampo. Porém foi nesse caminho que p tricolor entrou em campo em Yokohama para decidir um titulo contra um time que estava invicto há um tempo, com 11 partidas seguidas sem levar um golzinho se quer. Até por isso, o titulo mereceu uma comemoração especial. O impossível virou possível graças ao gol marcado por Mineiro, o rei dos desarmes, pelas defesas inesquecíveis de Rogério, pela raça de quem soube segurar a vantagem. E assim tornou possível o TRIMUNDIAL, e fez com que o ano de 2005 jamais fosse esquecido, não apenas pelos títulos: Paulista, Libertadores, Mundial , mas pela união desta equipe que proporcionou um sucesso no final.)…

Foi assim que terminou nosso ano dourado, incrível e extraordinário. Com esse TRIMUNDIAL  vimos que em se tratando de São Paulo Futebol Clube o impossível sempre é possível. Agradeço muito por ter visto esse título essa equipe em campo, e assim como o sorriso  de cada jogador, foi nossa felicidade no final do ano.

Anúncios

Uma resposta em “O Caminho de um TRI MUNDIAL!

  1. Lindo lindo de uma linda conquista! Pra gente que era quase bebê em 92/93 e tenho certeza que assim como eu, você também ouviu bastante sobre os dois títulos, poder viver em 2005 é incrível, é viver a história!

    Parabéns, São Paulo!!!

    Parabéns por mais um texto brilhante, Janna!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s